quarta-feira, maio 04, 2011

ÉTICA PROFISSIONAL

Por  Mirian Lopes

Refletir nossas ações é fundamental para um melhor convívio social. Por vezes não nos percebemos nos contextos, e sequer percebemos o que gira em nosso entorno. Estamos habituados ao automatismo  das funcionalidades, algo desta chamada "Era da Informação", que nos conduz para comportamentos e práticas cotidianas irrefletidas e resultantes em perda de energia e valorização humana. Pensando aquilo que vemos e sentimos, lembrei-me do código de ética da profissão que  abraçei e que embora esteja direcionado para uma classe específica de profissionais, não se torna inviável compartilhar aqui, três de seus princípios fundamentais, que ao me ver deveríam ser extendidos para outras classes profissionais, no que se refere aos  valores éticos primordiais  para nosso convívio social e para melhor qualidade de vida, quais sejam: o respeito, a dignidade, a integridade, a responsabilidade social,  entre outros.  O comprometimento com  princípios e valores éticos,  podem contribuir para eliminação de quaisquer formas de negligência, discriminação, exploração, entre outras práticas, que deterioram as relações e o sentido de valor da própria vida.
O quanto estamos comprometidos conosco?
Pense nisso!!!


Principios Fundamentais

1. O psicólogo baseará o seu trabalho no respeito e na promoção da liberdade, da dignidade, da igualdade e da integridade do ser humano, apoiado nos valores que embasam a Declaração Universal dos Direitos Humanos.

2. O psicólogo trabalhará visando promover a saúde e a qualidade de vida das pessoas e das coletividades e contribuirá para a eliminação de quaisquer formas de negligência, discriminação, exploração, violência, crueldade e opressão.

3. O psicólogo atuará com responsabilidade social, analisando crítica e historicamente a realidade política, econômica, social e cultural.

Para ler o Código de Ética na íntegra acesse:

ANALÍTICS