Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2015

DOR E SOFRIMENTO

Imagem
"A dor é física, o sofrimento é mental. O sofrimento é inteiramente devido ao apego ou à resistência. É um sinal de nossa falta de disposição de mudar, de fluir com a vida. Embora toda a vida contenha dor, uma vida sábia é livre de sofrimento. Uma pessoa sábia tem boas relações com o inevitável e não sofre. Ela conhece a dor, mas esta não a derruba. Se puder, fará o que for possível para restaurar o equilíbrio. Se não, ela deixa as coisas tomarem seu rumo." Nisargadatta (PSICOLOGIA DO AMOR, Jack Kornfield, 2010)

GRUPO DE ORIENTAÇÃO VOCACIONAL

Imagem

Garra Rufa (Doctor Fish) PSICOTERAPIA, A CURA PELA PALAVRA

Imagem

APAIXONE-SE

Imagem

GRATIDÃO

"Quem sente a verdadeira gratidão afirma: "você me presenteia sem pensar em retribuição e eu aceito o seu presente com amor." O alvo dessa gratidão, por sua vez, afirma: "seu amor e sua valorização do meu presente valem mais para mim do que qualquer outra coisa que você pudesse me dar". Pela gratidão, afirmamos não apenas o que damos uns aos outros, mas o que somos uns para os outros". (Hellinger, B. A simetria oculta do amor, p. 35)

O DAR E O RECEBER

"Um volume pequeno de doações e recebimentos traz pouco proveito; um volume grande nos torna ricos. O dar e receber em larga escala traz consigo um sentimento de abundância e felicidade. Semelhantemente alegria não cai do céu, mas é resultado da vontade de incrementar o amor pelo dar e receber nos relacionamentos íntimos. Graças a esse intercâmbio em larga escala, sentimo-nos leves e livres, justos e contentes. Entre todas as formas de alcançar inocência nas trocas, esta é de longe a mais satisfatória". (Hellinger, B. A simetria oculta do amor, p. 34)

PAIS E FILHOS

"Filhos que não aceitam os pais estão constantemente procurando compensar este deficit. Frequentemente, a busca de autocompreensão e iluminação não passa da busca de um pai ou uma mãe que ainda não foi aceito. A procura de Deus às vezes cessa ou toma rumo diferente depois de se aceitar um pai ou mãe. Muitas pessoas têm descoberto que "sua crise da meia-idade" resolveu-se logo que conseguiram tomar um dos pais até aí rejeitado." (Hellinger, B. A simetria do amor, p. 112)

PAIS E FILHOS

"Os filhos adquirem segurança interior e sentido de identidade quando aceitam e reconhecem ambos os pais como são. Sentem-se incompletos e vazios quando excluem um deles, ou ambos, de seus corações. A consequência da exclusão ou desprezo de qualquer um dos pais é a mesma: os filhos se tornam passivos e se sentem inúteis. Eis uma causa bastante comum da depressão. Mesmo que tenham sido magoados pelos pais, os filhos ainda podem dizer: "sim, vocês são meus pais. Tudo o que está em vocês está também em mim. Reconheço-os como pais e aceito as consequências disso. Fico com a parte boa que me deram e deixo lhes a tarefa de enfrentar o destino de vocês como bem entenderem". Então estão livres para encetar a obra tantas vezes difícil de tirar o melhor de uma situação ruim." (Hellinger, B. A simetria oculta do amor, p. 104)

O PODER FEMININO

"Os homens julgam estar dirigindo a revolução dos costumes em curso. Na realidade, eles a estão sofrendo. Seu orgulho esta a ponto de pregar-lhes uma peça grave. Inocentemente acredita ele ser o instigador de um fenômeno do qual é a primeira vitima. Inocentemente se sente sujeito pensante e agente, mas não passa de um objeto passivo, a massa frágil e tenra, o mármore dócil ou rebelde, que está sendo modelado. O artista que trabalha, evidentemente, é a mulher. Os menos inocentes – e, para isso, não são os mais lúcidos – veem bem que o homem contemporâneo não é mais livre que seu pai ou seu avô. (...) Faz-se menos amor na medida em que se fala mais. O homem moderno é um sexo pensante. Essa atitude inortodoxa seria suficiente para indicar que vivemos numa época de revisão. O antigo combate entre homem e a mulher está-se transformando. As regras do jogo estão sendo reconsideradas." (O PODER FEMININO, Cap. 2, p. 31 – LIVRO: A RENOVAÇÃO DO AMOR, JACQUES MOUSSEAU)

SENSUALIDADE

Imagem
"O que faz realmente parte de nosso caminho espiritual é aquilo que nos torna vivos. Se a jardinagem nos torna vivos, ela é parte do nosso caminho, se for a música, a conversação [...] devemos seguir aquilo que nos torna vivos." David Steindl-Rast
"A luminosidade do Sol, a beleza do corpo, a intensidade da vida, amplitude da sensualidade, energia vital". Mirian Lopes Desenho: SENSUALIDADE, aquarela de Mirian Lopes

SEREIA DO MAR LEVOU

Imagem
"O marinheiro bonito Sereia do mar levou É doce morrer... Nas ondas verdes do mar meu bem" (Canção É DOCE MORRER NO MAR, Dorival Caymmi) Desenho: SEREIA DO MAR LEVOU, grafite de Mirian Lopes


Á BEIRA DO RIO

Imagem
"Quando nos sentamos à beira de um rio e permitimos que a correnteza se insinue em nosso espírito, percebemos a mudança na permanência e o eterno retorno - nuvens, chuva, rio, oceano e novamente, nuvens, tudo são fases de um vasto sistema". Bert Hellinger Desenho: Á BEIRA DO RIO, aquarela deMirian Lopes

VER

Imagem
"Então foi como se, de repente, eu visse a beleza secreta dos corações, as profundezas de seus corações, onde nem o pecado, nem o desejo, nem o conhecimento de si próprio pode alcançar, a essência de sua realidade, a pessoa que cada um é aos olhos do Divino. Se todos eles pudessem ver a si mesmos como realmente são, se pudéssemos ver uns aos outros, dessa maneira, todo o tempo. Não haveria mais guerra, não haveria mais ódio, não haveria mais crueldade, não haveria mais cobiça. [...] Eu suponho que o grande problema seria que nos prostraríamos em veneração uns aos outros". Thomas Merton Desenho: VER, grafite e lápis aquarelado, deMirian Lopes


APEGOS

Imagem
Desenho: APEGOS, de Mirian Lopes
"Luminosa é a consciência, radiante é a sua natureza, mas ela se torna obscurecida pelos apegos que a visitam" Anguttara Nikaya

DESENHOS: RECURSO EXPRESSIVO DO SER

Imagem
E os desenhos nascentes, cada dia em um novo traçado. Para mim, desenhos são como fotografias da alma, uma maneira expressiva de colocar em traçados sobre o papel, o que a sensibilidade captura desse jogo de luz e sombra, das formas geométricas das coisas que se apresentam aos nossos olhos. O exercício de desenhar é também o da entrega ao se colocar em meditação, contemplação de algo, e se deixar envolver pelos contornos, até que suas mãos e os seus olhos dançam em harmonia produzindo arte. Isto me faz entrar em contato com a consciência..."Mais do que qualquer coisa, o modo como vivenciamos a vida é criado pelos estados de mente específicos com os quais enfrentamos.(...) a consciência pura se torna colorida por nossos pensamentos, emoções e expectativas." (Psicologia do Amor, Jack Kornfield). Assim, os desenhos são uma forma de exercício do pensamento de descobertas. Um lado do cérebro que flui, um fazer libertador. Nada melhor do que se permitir a fazer o que te traz aleg…

SEXUALIDADE DO CASAL IDOSO – ATITUDES E COMPORTAMENTOS QUE PRECISAM DE EDUCAÇÃO SEXUAL - MITOS SOBRE IDADE E SEXUALIDADE

O que mais se fala em nossa cultura sobre a sexualidade em idosos são circunstâncias mitificadas. Vejamos dois mitos contraditórios comuns de se ouvir:
Mito 1-Ao envelhecer, não há qualquer mudança no interesse sexual do homem, nem na resposta ou desempenho sexual.
Mito 2 -Envelhecendo você perde o interesse no sexo e não conseguirá mais fazer sexo. Esta compreensão sem fundamentação cientifica precisa ser substituída, mas somente o será trazendo esta discussão com quem ainda não atingiu uma idade mais avançada.O aumento da expectativa de vida no séc. XX mostrou que o número das pessoas com mais de 65 anos tem crescido muito. No ano 2000 tínhamos no Brasil 9.926.472 pessoas com mais de 65 anos. A tendência de aumentar a percentagem já é percebida, fazendo com que as próximas décadas produzam mais habitantes com vida mais prolongada sobrevivendo! Mesmo com o crescimento da população mais idosa, pouca atenção tem sido dedicada ao tratamento de disfunções sexuais em idosos, senão até a últ…

COMO É O HOMEM COM DISFUNÇÃO ERÉTIL QUE PROCURA PSICOTERAPIA SEXUAL?

Devido a meu trabalho em consultório com queixas sexuais, sempre recebo perguntas a respeito dos pacientes e dos problemas sexuais que apresentam. Para responder a perguntas assim, junto a meu grupo de pesquisas, o GEPIPS, estudamos os homens que vieram ao consultório com queixas de não obter ou manter ereções penianas que permitissem um relacionamento sexual com penetração. Sim, é exatamente o problema que sempre se chamou de impotência sexual!Estudamos as respostas de um questionário que usamos para compreender a história sexual destes homens. Este questionário permite conhecer e comparar um paciente aos outros homens.  Homens com queixa de disfunção erétil que buscam tratamento psicoterápico especializado em sexualidade consideram-se terem sido sempre curiosos com relação a sexo (65,9%) ou desenvolveram esta curiosidade após aparecimento do problema sexual (20,5%). As primeiras informações sobre sexualidade foram recebidas aos 11 anos (entre 4 e 16 anos) de idade, com amigos de mes…

UM SENTIDO PARA A VIDA

“O ser humano já não conta com tradições que lhe diziam o que fazer; assim muitas vezes parece já não saber o que quer, e acaba por fazer aquilo que outros querem, exigem e o resultado é o conformismo, a massificação da sociedade atual. A frustração existencial parece ser um dos componentes responsáveis por esses fenômenos mundiais” (FRANKL, 1989, p. 12).
FRANKL, V.E. (1989). Um sentido para a vida: psicoterapia e humanismo. São Paulo: Editora Santuário

PORTFÓLIO 2015 MIRIAN LOPES

Imagem

TEMPO PARA SE OUVIR

Imagem