Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro, 2012

ESTABILIDADE E GARANTIA DE EMPREGO

Por Rodrigo Coimbra
1. Conceito
"Estabilidade é o direito do trabalhador de permanecer no emprego, mesmo contra a vontade do empregador, enquanto existir uma causa relevante e expressa em lei que permita sua dispensa" (Amauri Mascaro Nascimento).
2. Estabilidade e garantia de emprego
Estas duas figuras não se identificam embora seja muito próximas. Garantia de emprego é um instituto mais amplo que a estabilidade. Compreende, além da estabilidade, outras medidas destinadas a fazer com que o trabalhador obtenha o primeiro emprego e a manuntenção do emprego conseguido. Relaciona-se com a política de emprego. São exemplos: o art. 429 da CLT, que impõe emprego a menores aprendizes; o art. 513 da CLT, que prioriza a admissão de trabalhadores sindicalizados, etc.
A única estabilidade que realmente atingia o objetivo de manter o trabalhador no emprego é aquela adquirida aos dez anos de serviço na mesma empresa, prevista no art. 492 da CLT. Com a criação do FGTS (Lei 5.107/66) a es…

ESTABILIDADE NO EMPREGO: VEJA EM QUAIS SITUAÇÕES ELA SE APLICA

Na legislação trabalhista brasileira, há situações em que o trabalhador tem o direito de permanecer no emprego e não pode ser demitido, mesmo que isso seja contra a vontade do empregador. É a chamada estabilidade no emprego, que pode ser dividida em quatro categorias: estabilidade definitiva, estabilidade temporária, garantia de emprego e garantia especial. Em qualquer um dos casos, o trabalhador só pode ser demitido por justa causa ou força maior.
A estabilidade definitiva é também chamada de absoluta, pois não depende de nenhuma condição para que ocorra. Fazem parte desta categoria os empregados decenais, que são aqueles que adquiriram 10 anos de serviço até 04.10.88, e não optaram pelo regime do FGTS. Após esta data, o FGTS passou a ser obrigatório para todos os trabalhadores.
Também têm estabilidade definitiva os servidores públicos civis da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios, da administração direta autárquica e das funções públicas admitidos por meio de co…

FAGULHAS

Imagem
E porque não um pouco de arte nesta madrugada?


O NOVO PARADIGMA TECNO-ECONÔMICO

Caros Internautas, A partir da análise sobre diversas leituras de artigos especializados, que tratam de temas decorrentes da Era doConhecimento, onde crescentes mudanças impactam setores sociais, políticos e econômicos, compartilho com vocês o quadro abaixo. Este apresenta alguns paradigmas e suas características. Neste contexto, encontram-se as Tecnologias de Informação, que passam a ser cada vez mais fundamentais para a gestão pública, privada e individual. O novo paradigma tecno-econômico tem exigido o desenvolvimento de novos formatos e estratégias empresariais e de outras instituições (como centros de ensino, pesquisa e administração pública) uma carga cada vez maior de informação e conhecimento para desempenharem suas funções. Diante deste cenário, cabe uma reflexão sobre a necessidade de adoção de novas posturas que permitam flexibilizar ações no contexto organizacional, social e individual. Até breve!
Mirian Lopes CRP-SP/99520

Comparação das principais características dos dois últim…

A IMPORTÂNCIA DO FEEDBACK NAS RELAÇÕES INTERPESSOAIS

Olá  Internautas!
Já pensaram quantas vezes já recebemos feedback? E quantas vezes o fizemos? Algumas pessoas tem dificuldades para dar feedback e outras para recebê-lo. Vale a pena refletir o quanto temos utilizado deste recurso na comunicação interpessoal e se de fato o estamos utilizando de forma adequada. Espero que apreciem estas informações...
Até breve!

Mirian Lopes
(Psicóloga CRP-SP/99520)


Significados do feedback: Feedback é um termo eletrônico que significa retroalimentação (também retroação e realimentação). É “qualquer procedimento em que parte do sinal de saída de um circuito é injetada no sinal de entrada para ampliá-lo, diminuí-lo, modificá-lo ou controlá-lo”.
A expressão feedback pode ser usada em dois sentidos: no sentido positivo ou negativo.
No processo de desenvolvimento da competência interpessoal, feedback é um processo de ajuda para a mudança de comportamento; é a comunicação verbal ou não verbal dirigida a uma pessoa ou grupo, no sentido de fornecer-lhes inf…

O PROCESSO DE COMUNICAÇÃO

Cada vez mais, torna-se imprescindível sabermos comunicarmos eficazmente! Afinal, uma boa comunicação promove a integração entre as pessoas, além de manter uma dinâmica de entendimento mútuo com nossos interlocutores. Sendo assim, não poderia deixar de compartilhar aqui, algumas considerações do Prof. José Benedito Regina, com base em material da Profa. Leonor Cordeiro Brandão, apresentadas na disciplina de Gestão do Fator Humano, do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu em Administração Geral, que finalmente estou concluíndo. Ao meu ver são conceitos que de modo simples, podem ser aplicados em nosso contexto social, . Espero que apreciem! Mirian Lopes (psicóloga CRP-SP/99520)
Segundo Griffin e Moorhead (2006), a comunicação é um processo no qual duas ou mais partes trocam informações e compartilham significados.
A comunicação é a representação da realidade por meio de “signo” e compreende o signo como significado do real.
É por meio da linguagem que se constrói a existência pessoal; “…