quinta-feira, outubro 30, 2014

PALAVRAS



quarta-feira, outubro 29, 2014

NÓS



Mirian Lopes

As coisas boas da vida são as singelas...
Que bom poder chegar e tocar teu rosto
Sentir a suavidade de tua pele alva

Enquanto estas a falar
Vou com você para lugares únicos
A emoção sem pedir licença, invade
nosso recinto

Você continua com seu jeito inconfundível
De dar forma ao que sentes
E sem querer acorrenta meu coração
Prisioneiro de teus encantos

A meia luz tua beleza se intensifica
Os olhos são mais brilhantes
Os lábios um convite a provar
o encanto de seu amor

E entrelaçados ficamos
a bailar ao som de uma suave canção
na eloquência de nosso silêncio
lágrimas cristalinas expressam
a pureza do amor e celebram
o prazer da presença que já nos afeiçoamos.



sexta-feira, outubro 24, 2014

ESCULPINDO


Mirian Lopes


Sonhei contigo, um sonho multicolorido! Não sei se ainda entorpecida pelas imagens de você ou se de fato acordada...Ouvi uma voz suave como brisa chegando e me dizendo: hoje estou em torno do oleiro...Eis que vejo a textura da terra molhada e sinto o cheiro da natureza, e você a se misturar nela, sendo a própria natureza! O artífice a esculpir e sendo esculpido na própria arte de ser: gosto, cheiro, tecido, fôlego, vida que ganha forma...E eu a mergulhar na fonte que brota e leva para uma nova compreensão. Um silêncio interior que me faz contar em letras, essa mágica de viver o som de suas palavras sendo esculpidas no barro fresco..um sonho.


ESCULPINDO

ENTORPECER

Mirian Lopes

Seu fôlego é o meu fôlego. Sua face, meu sentido. Iluminada, me traz segredos. Esfinge que me faz decifrar enigmas. Este amor que cresce. Tenho brilho através de seus olhos. Minha arte existe, porque você é a própria arte. Simultaneamente crio contigo, entre entorpecimentos e lucidez. Um estado de entrega e elevação. Ela, a Arte existe, porque o Amor existe, ambos se entrelaçam. Linhas, entre você e eu, nós, únicos. A paz que desejamos e que sabemos buscar, nos envolve e nos faz circular pelos espaços, até desaparecer. Somos muitos, somos um.

quarta-feira, outubro 15, 2014

O HÁBITO DE LER



DESENVOLVA O HÁBITO PELA LEITURA E VOCÊ AMPLIARÁ SUA CAPACIDADE DE CRIAR (Mirian Lopes)


Como é gostoso ler! E ler bons livros ativa nossa criatividade...nos leva para uma reflexão...amplia nossa comunicabilidade, seja a escrita, seja a oralidade...Estava lendo "Quem mexeu no meu queijo?" de Spencer Johnson...livro conhecido...mas que me levou a parafrasear alguns aspectos que me chamaram a atenção:

1) Algo pelo qual você teve que se esforçar muito para encontrar ou algo que significa muito para você, tê-lo te faz feliz;2) Quanto mais importante for este algo para você, menos você vai desejar abrir mão;
3) Mas, quando chega a mudança, e você se vê num labirinto sem este algo, se você não mudar, você morre;
4) Então, se você não toma atitude, é por que tem medo, e o medo paralisa;
5) É preciso desapegar de coisas velhas, então, estar atento para perceber quando algo está mudando, pode abrir novas oportunidades;
6) O movimento em uma nova direção pode te ajudar a encontrar algo novo;
7) Quando você vence seu medo interior, você conquista a liberdade para se divertir em meio as mudanças;
8) Se você é capaz de imaginar e saborear o algo novo que busca antes mesmo de encontrá-lo, você será conduzido para ele;
9) Quanto mais rápido você esquece do que é velho, mas rápido você encontra o novo;
10) É melhor ir em busca do novo, do que permanecer no vazio;
11) Velhas crenças não te levam para novas situações;
12) Quando você acredita que pode encontrar e apreciar algo novo, você muda de direção;
13) Se você for capaz de perceber as sutis mudanças, você será capaz de se adaptar às grandes mudanças que virão;
14) Logo, mudanças são inevitáveis, e podem ser antecipadas, monitoradas, apreciadas, basta que você se adapte e se prepare saindo do seu lugar!
15) O fim pode ser o começo.










domingo, outubro 12, 2014

O QUE VOCÊ FAZ COM AS PEDRAS DO CAMINHO?


O QUE VOCÊ FAZ COM AS PEDRAS DO CAMINHO?
Mirian Lopes

Cada indivíduo tem propósitos bem distintos um dos outros. Uma mesma pedra no caminho pode ser utilizada de diferentes maneiras, de acordo com os diferentes posicionamentos dos indivíduos, que por ela passam. As motivações e/ou as experiências dos indivíduos diferenciam suas interações com a realidade. O que é ideal ou real para alguns, nem sempre será para outros. Isto nos faz pensar sobre as diversas concepções de mundo que norteiam as pessoas e também evoca reflexões sobre as representações simbólicas envolvidas nas interações sociais. Enfim, o modo como o individuo interage com o mundo externo, ou seja, com a realidade, determina em parte sua trajetória na vida. O que você faz com as pedras do caminho? Descubra.

TEMPO DE FLORESCER

TEMPO DE FLORESCER
Mirian Lopes


Ela brotou, floresceu e deu uvas que amadureciam em cachos. Gênesis 40:10


As flores! Sempre bem-vindas. Perfumadas, coloridas, de todas as formas e tamanhos! Delicadas... As flores! Para que venham surgir diante de nossos olhos, é preciso que haja o brotar! O nascer, o brotar, o novo! Florescer, colorir, alegrar... A natureza a nos ensinar. Assim é a nossa vida. Por vezes, numa sequidão, sem cor, sem viço, sem perfume. Mas, é preciso olhar e descobrir que é possível florescer. Como as flores do campo, é possível brotar, deixar acontecer, a cor, o perfume, o viço, as formas, a VIDA. É tempo de brotar, florescer, para então produzir, amadurecer. Quais áreas da vida precisam brotar, colorir? A vida é tão breve, e porque não ser feliz? Porque viver em tons monocromáticos? Depende de você mudar o trânsito. Se descobrir e descobrir as belezas ao seu redor. Depende de você fazer boas escolhas. Sair da inércia, experimentar coisas novas, outros sabores, arriscar-se. Apreender a amar. Amar a si mesmo, para amar o outro. Se desprender de coisas velhas, mortas. Fazer diferente. Estar presente. Quantas vezes, você está apenas fisicamente nas situações, mas seu coração, sua alma, sua presença, longe do que vivencia... Tenha coragem de viver a verdade em sua vida! As flores! Elas brotam, florescem, cumprem sua missão... E você, o que faz? Não cuida de suas flores? Gratidão é a palavra: aprender a plenitude de ser grato com os presentes que temos alcançado...Sonhar sempre e não desistir! É na simplicidade das coisas que encantamos e colorimos a nossa vida e a vida de alguém...Experimente brotar, florescer, produzir, amadurecer... Experimente amar e ser amado! Perfume a vida de alguém! Esse é o tempo! Seja feliz!

"Vamos cedo para as vinhas para ver se as videiras brotaram, se as suas flores se abriram, e se as romãs estão em flor; ali eu lhe darei o meu amor". Cânticos 7:12


Mirian Lopes é palestrante, psicóloga, escritora e colunista da Revista Taboão News, da Revista Atitude e do Portal Educação.


Especialista em Sexualidade Humana pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FM/USP), psicóloga e licenciada em Psicologia pela Universidade Paulista (UNIP), credenciada no Conselho Regional de Psicologia de São Paulo (CRP-SP/99520). Sua eclética experiência em administração, comunicação e educação levou Mirian Lopes ao exercício profissional como palestrante e conferencista, abordando temas como (detalhes em http://www.mirianlopes.com.br/):

Como Educar Filhos
A Felicidade Roubada
Mulher: A Videira Frutífera
Adolescência No Mundo de Hoje
Resgatando A Lua-De-Mel
Liderança Cristã
Redação: Como Escrever?
Comunicação Interna Nas Organizações
O Tempo e sua Administração

A FELICIDADE ROUBADA

A FELICIDADE ROUBADA

Mirian Lopes



O que é a felicidade? Para este questionamento encontramos possibilidades distintas em respondê-lo, mas, destacarei algumas definições que nos conduziram a uma reflexão. A felicidade é um valor precioso, considerado um estado de equilíbrio físico e psíquico, e pode ter o sentido de bem-estar espiritual ou paz interior. O Dicionário Houaiss da língua portuguesa (2004) define felicidade como: “1. qualidade ou estado de feliz, estado de uma consciência plenamente satisfeita, satisfação, contentamento, bem-estar; 2. boa fortuna, sorte; 3. bom êxito, acerto, sucesso”. Para Aristóteles a felicidade foi considerada como “a atividade de alma dirigida pela virtude”. Para Epicuro a vida feliz é impossível sem a sabedoria, honestidade e justiça. Enfim, cada ser trará sua definição sobre felicidade. Considero que a felicidade não esta baseada em possuir coisas, mas em ser o que se é e estar em paz e harmonia em seu espírito. No entanto, o materialismo parece ocupar um lugar central, quando se trata de abordar este tema, mas, está é uma discussão para outro momento. Então, o que pode roubar a felicidade? A tristeza, o medo, a raiva, a culpa, a ansiedade, a angústia, a dor, o conflito, a dúvida, as expectativas e por aí seguem as enumerações. Expectativas fazem parte de nosso comportamento, todavia se forem exacerbadas podem trazer frustrações. Podemos ficar tão exigentes conosco que não seremos capazes de vivenciar o aqui agora com leveza. Estamos preocupados em alcançar algo idealizado, que por vezes isso roubará nossa alegria. Neste sentido, é bom o equilíbrio: viver um dia de cada vez, sem aprisionar-se em suas expectativas. O medo é algo paralisante, pois pode privá-lo de oportunidades, se você não se arrisca por medo de errar ou por falta de coragem de inovar. A culpa é fatal! Já pensou não ser capaz de se perdoar por algo ou não perdoar alguém? E ficar tanto tempo carregando um pesado fardo de culpa? Isso rouba a felicidade. A dúvida impede seu posicionamento e sua capacidade de decisão. A ansiedade, nem se fala! Impede você de estar presente nas situações. Ela faz você estar sempre em aceleração sem que possa aproveitar cada instante como deve ser. Viver no passado também é uma maneira de ter a felicidade roubada, pois enquanto você foca o passado, não vive o presente, podendo comprometer seu futuro. E o que fazer para alcançar a felicidade? É preciso entrar em contato consigo, ou seja, ter autoconhecimento sobre sua dinâmica de funcionamento e como se sente. Isto pode contribuir para que você se harmonize; cultive a autoestima, ou seja, aprenda a se valorizar como pessoa e a gostar do que você faz. Observe que pessoas com problemas de autoaceitação tendem ao isolamento, tem dificuldade para superar deficiências, e dificuldade em estabelecer relacionamentos; são pessoas que se sentem inseguras, queixam-se das coisas e não sabem perder. Então, não se recuse a aprender com as experiências e lembre-se que você é aquilo que decidiu ser; concentre-se em sua prioridade e trace um mapa detalhado, visualizando constantemente seu objetivo; recuse a afundar na lama, colocando a culpa nos outros; procure a saída; saiba que a felicidade também começa pelo que você ouve, então, rejeite todas as reações e todos os comentários que podem te trazer dúvida e derrota. Cuide-se! Esteja satisfeito com a sua vida e identidade, e lembre-se que você não precisa provar ou demonstrar nada para ninguém, apenas confie e acredite em você. Assim, poderá encontrar maneiras de estar feliz!




























Mirian Lopes é palestrante, psicóloga, escritora e colunista da Revista Taboão News, da Revista Atitude e do Portal Educação.


Especialista em Sexualidade Humana pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FM/USP), psicóloga e licenciada em Psicologia pela Universidade Paulista (UNIP), credenciada no Conselho Regional de Psicologia de São Paulo (CRP-SP/99520). Sua eclética experiência em administração, comunicação e educação levou Mirian Lopes ao exercício profissional como palestrante e conferencista, abordando temas como (detalhes em http://www.mirianlopes.com.br/):


Como Educar Filhos
A Felicidade Roubada
Mulher: A Videira Frutífera
Adolescência No Mundo de Hoje
Resgatando A Lua-De-Mel
Liderança Cristã
Redação: Como Escrever?
Comunicação Interna Nas Organizações
O Tempo e sua Administração





DESEJO SEXUAL EM MULHERES JOVENS EM RELACIONAMENTOS ESTÁVEIS

Feliz!!! Meu primeiro artigo científico em colaboração com as pesquisadoras psicóloga Heloisa Junqueira Fleury e Dra. Carmita Helena Najjar Abdo (Instituto de Psiquiatria do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP), na Revista Diagnóstico e Tratamento da Associação Paulista de Medicina (APM) indexada na base de dados Lilacs. Leia em http://issuu.com/associacaopaulistamedicina/docs/rdt_v19n3/46?fb_action_ids=10202807523654166&fb_action_types=og.shares

ANALÍTICS