DEZ DICAS PARA EVITAR O ESTRESSE NO TRABALHO

Antes de arrancar os cabelos e passar mal de estresse no trabalho, confira estas dez dicas que o especialista em gerenciamento de estresse, Joseph Hurrel Jr, deu para o UOL Ciência e Saúde. Hurrel Jr. é professor associado de psicologia da St. Mary's University em Halifax, Canadá, e trabalhou por mais de 30 anos no National Institute for Occupational Safety and Health (NIOSH), nos Estados Unidos:

 
1. Carga de trabalho e ritmo de trabalho - As demandas (físicas e mentais) devem ser compatíveis com as capacidades e recursos dos indivíduos, evitando sobrecarga e também sob carga;

2. Horário de Trabalho - Os horários de trabalho devem ser compatíveis com as demandas e responsabilidades fora do trabalho. Reserve os horários para cuidar de você, como ir a uma academia, por exemplo;

3. Responsabilidades no trabalho - Os papéis, funções e responsabilidades no trabalho devem ser bem definidos;

4. Futuro no trabalho - Não deveria existir dúvidas em relação a segurança no emprego e oportunidades para crescer na carreira;

5. Meio Social - Empresas devem proporcionar oportunidades de interação pessoal, tanto para fins de apoio emocional quanto para ajuda real em tarefas coletivas;

6. Conteúdo - O trabalho deve fornecer significado, estímulo e oportunidades para os funcionários usarem suas habilidades;

7. Participação e Controle - Os funcionários devem ter a oportunidade de contribuir nas decisões ou ações que afetam suas atividades e seu desempenho nas funções;

8. Ser ou ficar saudável - Inicie um programa de atividade física, coma alimentos que melhoram a sua saúde e bem-estar;

9. Suporte - Procure fontes de apoio social dentro e fora do ambiente de trabalho;

10. Relaxamento - Aprenda técnicas de relaxamento, ouça música ou pratique ioga ou meditação;

http://noticias.uol.com.br/ultnot/cienciaesaude/album/1105_estresse_album.jhtm?abrefoto=1#fotoNav=1

Postagens mais visitadas deste blog

PSICOLOGIA SÓCIO-HISTÓRICA: SUBJETIVIDADE E MUNDO SOCIAL

DINÂMICA DE GRUPO - CONCEITOS DA TEORIA DE WILL SCHUTZ

PSICOMOTRICIDADE: PRINCIPAIS CONCEITOS