segunda-feira, julho 11, 2016

HOMEM NÃO CHORA


O homem que esconde seus sentimentos, por querer se mostrar sempre forte, pode estar se colocando em uma condição de angústia. Forte é aquele que enfrenta suas dificuldades com coragem e que consegue lidar com suas emoções.

A afirmação “homem não chora” dita desde a infância, criou uma imagem falsa de que homem não pode expressar suas fragilidades, e que deve “engolir” seus conflitos. Assim, perde a oportunidade de expor seus sentimentos, e reprime o que o faz adoecer. De fato, o “homem que não chora” perde a oportunidade de estabelecer trocas afetivas importantes e enfrenta a dificuldade de se humanizar.


"Homem não chora!" Resolve demandas profissionais, realiza bem muitas atividades, mas, sente-se vulnerável diante da possibilidade de se mover na região dos afetos. Sofre calado. Desenvolve sintomas psicossomáticos – enfarte, hipertensão arterial, gastrite, etc – isto porque não se liberta desta condição aprendida e que pode e deve ser desconstruída para reinventar-se como humano que é.

Homem que é homem chora, se emociona, sorri e assume corajosamente sua sensibilidade, sua capacidade de ser e continuar sendo singular em sua existência. Enfrenta seus fantasmas, seus medos e não perde a oportunidade de se revelar aos olhos que podem vê-lo!

Por Mirian Lopes

ANALÍTICS