segunda-feira, janeiro 06, 2014

AZUL É A COR MAIS QUENTE



Aí vai uma dica do Michael Jefferson, que hoje me contou sobre um filme interessante... Para os terapeutas de plantão e para os que se interessam pelo tema sexualidade humana, indico o filme AZUL É A COR MAIS QUENTE...


O filme “Azul é a Cor mais Quente” (La Vie d’Adèle, França/Bélgica/Espanha, 2013, Drama, 179 minutos) dirigido pelo tunisiano Abdellatif Kechiche, é delicado pela comovente história de amor entre duas adolescentes, que se revela lentamente e de forma envolvente; também é impactante, pois pode chocar os mais desavisados, pelas longas cenas ousadas de sexo entre duas mulheres. O diretor deste filme trata a questão da homossexualidade sem ressalvas. É excepcional o trabalho das duas protagonistas Emma (Léa Seydoux) e Adéle (Adèle Exarchopoulos) pela dificuldade e intensidade na realização das cenas do filme. Adèle descobre na cor azul dos cabelos de Emma sua primeira paixão por outra mulher e sem poder revelar seus desejos, se entrega a este amor secreto, enquanto encontra-se mergulhada numa guerra familiar e moral vigente. O filme foi o primeiro no Festival de Cannes, a receber a Palma de Ouro, concedida ao diretor e às duas atrizes em conjunto. É um filme que aproxima o olhar para reflexão sobre as questões da sexualidade, das angustias, dos valores e expectativas humanas.

ANALÍTICS