MOMENTOS MUTATIVOS


MOMENTOS MUTATIVOS
Mirian Lopes

As transformações vitais, decisivas, podem mudar radicalmente o significado e a direção da história de uma vida, possibilitando a visão interior de aspectos soterrados, mas surpreendentes e imprevisíveis em suas consequências. Estes são os momentos mutativos inerentes a existência humana. Necessário é abrir-se para o potencial de vida que cada um traz em si. A intuição propicia esta atitude de abertura. O sensorial e a linguagem podem ser usados para negar e soterrar o que as pessoas trazem de mais autêntico dentro de si. A resistência à verdade é um obstáculo a ser encontrado. As angústias do “vir-a-ser” que brotam diante da experiência de se colocar na relação com o outro, a inadequação do meio ambiente, a ausência de atendimento de necessidades podem dificultar o processo de aparecimento do que chamamos “momentos mutativos”. Daí se percebe o falso self, quando a dimensão sensorial encobre e nega o Ser do homem. Isto se dá frequentemente na adaptação aos hábitos sociais, ou seja, o uso da máscara, o que aponta para um lugar comum: o empobrecimento da vida afetiva. O desencontro consigo revela a expressão de um conflito interno, onde gasta-se energia para manter uma falsa aparência e uma insatisfação crônica. O desenvolvimento vem das necessidades que o verdadeiro Eu acena. A capacidade mental de entrar em contato consigo liga-se a realidade psíquica: mente, alma e mundo interno. Deve-se vencer a resistência e trazer de novo para seu interior, a possibilidade de uma nova construção, onde a liberdade experimentada gera desenvolvimento ao Eu aprisionado. Realizar momentos mutativos é passar pela intimidade e pela confiança de poder aceitar-se e encontrar-se consigo.

Postagens mais visitadas deste blog

PSICOLOGIA SÓCIO-HISTÓRICA: SUBJETIVIDADE E MUNDO SOCIAL

DINÂMICA DE GRUPO - CONCEITOS DA TEORIA DE WILL SCHUTZ

PSICOMOTRICIDADE: PRINCIPAIS CONCEITOS