ENTREVISTAS



     style="display:block"
     data-ad-client="ca-pub-6407076160511195"
     data-ad-slot="1240748261"
     data-ad-format="auto">



Entrevista: Você tem medo de algo que ainda não aconteceu?
Participação na matéria de Ana Carolina Cury – Janeiro 2016

De acordo com a psicóloga Mirian Lopes, ser ansiosa significa sentir medo do futuro e fantasiar tragicamente as situações e os seus desfechos. “É possível saber quando a ansiedade bate à porta: é quando a sua tranquilidade é roubada. A pessoa vive preocupada e não há equilíbrio”, explica. Alguns fatores podem desencadeá-la, como a perda por morte ou separação, as crises no relacionamento e financeira, o excesso de expectativas e a cobrança pessoal demasiada. Sintomas físicos como insônia, dificuldade de concentração, irritabilidade e até taquicardia também servem como sinais de alerta. “Isso causa sofrimento psicológico e a sensação de impotência diante das situações que desencadeiam um quadro ansioso e até mesmo depressivo”, ressalta Mirian. CLIQUE AQUI E LEIA MAIS. 
Fonte: FOLHA MULHER – FOLHA UNIVERSAL


Entrevista: As marcas da prostituição que você não conhece?
Participação na matéria de Ana Carolina Cury – Outubro 2015

Detestadas por muitas pessoas, elas carregam consigo histórias e traumas que ninguém vê, mas que em muitos casos são o pontapé inicial para entrar nesse meio. “Nesse sentido, a baixa autoestima, aliada aos sentimentos de rejeição, discriminação e a vivência da violência, facilita o envolvimento de jovens no contexto da exploração sexual comercial”, explica Mirian Lopes, sexóloga e psicóloga.. CLIQUE AQUI E LEIA MAIS. 
Fonte: FOLHA MULHER – FOLHA UNIVERSAL


Entrevista: Não deixe a timidez atrapalhar sua vida?
Participação na matéria de Ana Carolina Cury – Outubro 2015

“Pode atrapalhar todas as áreas da vida, prejudica a autoestima, a relação com o corpo. Também faz com que a mulher sinta medo de perder o controle das situações, ou seja, tem um receio de errar que a aprisiona”, explica Mirian Lopes, psicóloga, pós-graduada em sexualidade humana pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP). CLIQUE AQUI E LEIA MAIS. 
Fonte: FOLHA MULHER – FOLHA UNIVERSAL


Entrevista: Sexo e Pós-Parto
Participação no Canal Youtube Trocando Fraldas com Patrícia Amorim – Setembro 2015

A gravidez e o pós-parto são períodos caracterizados por mudanças no corpo da mulher, no emocional, nas interações sociais e no relacionamento entre o casal, e estas podem afetar diretamente a vida sexual. É uma fase de transição que torna necessário o equilíbrio e a adaptação da mulher, bem como, a de seu parceiro, e pode ser um período interessante para desenvolver um novo olhar sobre a sexualidade. A vida sexual do casal neste período poderá ser aprofundada ou poderá encontrar algumas dificuldades que terão impacto negativo na saúde física e psicológica de ambos. CLIQUE AQUI E ASSISTA:


Entrevista: Sexualidade e adolescência
Participação no Programa Vida Plena – Agosto 2015

A adolescência é uma fase da vida que compreende a transição entre a infância e a fase adulta, sendo marcada pelo complexo processo de crescimento e desenvolvimento biopsicossocial. A Organização Mundial da Saúde, OMS define adolescência como o período compreendido entre a faixa etária de 10 a 19 anos na qual considera que a juventude se estende dos 15 aos 24 anos. Nesta fase, ocorrem mudanças na vida dos jovens, ou seja, em suas relações sociais, corporais e fisiológicas, vinculadas às novas percepções sexuais e ao desprendimento dos pais. Entre estas mudanças, destaco a sexualidade na adolescência como um processo de construção da personalidade, sendo preciso que a sociedade aceite a sexualidade como uma manifestação natural que propricia aos adolescentes mudanças e possibilidade para a sua construção enquanto ser humano.
Fonte: PROGRAMA VIDA PLENA – CANAL 20 SKY LBV


Entrevista: Tecnologia é usada para apimentar a relação
Participação na matéria de Fernando Granato – Agosto 2015

Para Mirian Lopes, psicóloga e especialista em sexualidade humana pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, “o maior risco é de pessoas que se valem muito dessas técnicas virtuais perderem a capacidade de interação com o outro. As pessoas buscam a satisfação imediata, mas se esquecem de construir relações. No mundo virtual tudo é muito fantástico, mas pouco real. É preciso preservar a interação. E isso, só mesmo no contato pessoal, construído nos laços afetivos mais sólidos”.
Fonte: DIÁRIO DE SÃO PAULO

Entrevista: Como reconhecer as qualidades do seu parceiro?
Participação na matéria de Ana Carolina Cury – Agosto 2015

Para Mirian Lopes, psicóloga e especialista em sexualidade humana pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, as mulheres projetam um homem ideal de acordo com suas próprias expectativas e, muitas vezes, passam dos limites. “O amor romântico revela a expectativa do príncipe encantado e o desejo emocional de uma satisfação afetiva plena e pouco realista. Possivelmente, quem age assim tem pouca tolerância para lidar com os defeitos do outro”, explica. CLIQUE AQUI E LEIA MAIS.
Fonte: FOLHA MULHER – FOLHA UNIVERSAL


ARTIGOS 



Artigo: Masturbação Feminina – Se Conhecendo Para o Prazer
Mirian Lopes – abril 2016

A masturbação é cercada de mitos e preconceitos que se cristalizaram ao longo do tempo. Ainda há dúvidas sobre essa prática de auto erotismo e muitos se mostram temerosos e relutantes em praticá-la. Por muitos anos foi considerada uma prática antinatural, pecaminosa e um vício capaz de causar danos à saúde. Ainda hoje é uma atividade que gera sentimentos de culpa, constrangimento e ansiedades. Porém, é importante compreender que a masturbação é uma prática natural e saudável de descarga de tensões eróticas. CLIQUE AQUI E LEIA MAIS. 
Fonte: PORTAL TROCANDO FRALDAS


Artigo: A Importância de Conversar Sobre Sexo Com os Filhos
Mirian Lopes – Janeiro 2016

É importante conversar sobre sexo com os filhos, porém, para muitos pais é algo constrangedor. Como falar sobre sexo com os filhos? Qual é o melhor momento para conversar com eles? Devo responder todas as perguntas que eles fazem? Estas e outras dúvidas surgem aos pais quando o assunto é sexo, e estes muitas vezes não conseguem ter uma atitude natural em relação aos questionamentos dos filhos, e podem até mesmoignorar as oportunidades para conversar sobre o tema ou tornar o assunto difícil de expressar em palavras. CLIQUE AQUI E LEIA MAIS. 
Fonte: PORTAL TROCANDO FRALDAS

Artigo:  Como retomar a atividade sexual após o parto.
Mirian Lopes – Novembro 2015

Que tal uma nova lua de mel após o parto? Como é possível? A atividade sexual pode ser a retomada após o parto com afeto, paciência e compreensão. Alguns aspectos devem ser considerados: Retomando a vida sexual: Após o parto, a mulher precisa de tempo para se recuperar das transformações físicas e emocionais que vivenciou. Cada mulher tem um tempo específico para que retome à atividade sexual. Em geral, a recomendação médica é que a mulher se resguarde pelo menos por 40 dias. Contudo, nada impede que o desejo do casal realizar a primeira relação sexual após o parto seja mantido e que o cuidado seja cultivado.
CLIQUE AQUI E LEIA MAIS. 
Fonte: PORTAL TROCANDO FRALDAS


Artigo: Sexo e Gravidez: Combinação perfeita? 
Mirian Lopes – Outubro 2015

Posso fazer sexo durante a gravidez? O sexo pode prejudicar o bebê? Não tenho vontade fazer sexo, isso é normal? O desejo sexual muda durante a gravidez? Estas e outras perguntas são frequentes entre mulheres grávidas. Esclarecer dúvidas e conhecer aspectos da sexualidade contribui para que a mulher se sinta mais confortável e segura nesta fase de vida. A gravidez é uma fase de transição que requer da mulher, o equilíbrio e a adaptação, bem como, a de seu parceiro. Pode ser um período interessante para estabelecer um novo olhar sobre a sexualidade. Na gravidez ocorrem mudanças no corpo, no emocional, nas interações sociais e no relacionamento entre o casal. Neste período, a vida sexual do casal pode ser aprofundada ou pode encontrar dificuldades que terão impacto negativo na saúde física e psicológica. CLIQUE AQUI E LEIA MAIS. 
Fonte: PORTAL TROCANDO FRALDAS


Artigo: A importância da sexualidade para homens e mulheres.
Mirian Lopes – Agosto 2015

Você já parou para pensar sobre a importância da sexualidade em sua vida? De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS),a sexualidade é considerada um aspecto central do ser humano e compreende o sexo, identidades e papéis de gênero, orientação e opção sexual, erotismo, sentir prazer, ter intimidade e reproduzir. Ela é vivenciada e expressa em pensamentos, com fantasias, com desejos, crenças, atitudes, valores, comportamentos, e relações. As pessoas têm necessidades emocionais de proximidade, intimidade, afeto e gratificação sexual. Mas, a relação afetiva mais forte pode ficar comprometida se houver dificuldades no âmbito sexual, resultando em insatisfação, frustração e sofrimento. CLIQUE AQUI E LEIA MAIS. 
Fonte: PORTAL TROCANDO FRALDAS


Artigo: Redes sociais, relacionamentos x infidelidade
Mirian Lopes – Julho 2015

As inovações tecnológicas possibilitam a facilidade das mudanças comportamentais, fazendo surgir uma nova forma de se comunicar e de fazer novas amizades, as quais são utilizadas para suprir necessidades de contato intelectual, social e afetivo. Neste sentido, as redes sociais e os sites de relacionamento surgem como possibilidades de resolução de questões sexuais e sentimentais. CLIQUE AQUI E LEIA MAIS. 
Fonte: PORTAL EDUCAÇÃO

Artigo: Desejo sexual em mulheres jovens em relacionamentos estáveis
Heloisa Junqueira Fleury, Mirian Lopes e Carmita Helena Najjar Abdo - Julho de 2014.

Uma das principais dificuldades sexuais femininas é a falta de interesse/desejo sexual. Entre os fatores de risco, destacam-se o tempo de duração do relacionamento, a pouca satisfação no relacionamento afetivo, menor valorização da vida sexual, condições médicas e respectivos tratamentos. Embora a diminuição do desejo atinja todas as faixas etárias, mulheres jovens apresentam maior desconforto com essa condição. As particularidades da função sexual feminina foram reconhecidas em modelo em que o desejo por intimidade, ao invés de um impulso biológico, é considerado o deflagrador da resposta sexual. CLIQUE AQUI E LEIA MAIS 
Fonte: REVISTA DIAGNÓSTICO e TRATAMENTO

Artigo: O quanto você se permite?
Mirian Lopes – Abril 2014

Em que lugar você está e qual tem sido o teu modo de viver? Então experimente conhecer o que realmente te faz andar com leveza, com prazer, sentindo a vida presente. Você se envolve com a tua vida, com o que você faz e com quem você ama? O quanto inteiro você se sente em cada experiência vivida? Fazer diferente não é ser sofisticado. Fazer diferente é se permitir a viver e experimentar a simplicidade das coisas da vida. É não perder a naturalidade. Permitir-se é desejar se conhecer e compreender como é você, o que gosta e o que não quer. 
Fonte: REVISTA TABOÃO NEWS


Artigo: O que é transtorno do desejo sexual hipoativo sexual hipoativo (TDSH)?
Mirian Lopes – Abril 2014

Você sabia que a falta de desejo para fazer sexo pode indicar o início de um transtorno? Homens e mulheres tem se queixado da falta de desejo, o que pode causar sofrimento e dificuldades interpessoais. O desejo sexual é um fenômeno subjetivo complexo que envolve as fantasias sexuais, os sonhos sexuais, a iniciação do comportamento sexual, a receptividade ao parceiro sexual, as sensações genitais, as respostas aos sinais eróticos no meio ambiente, entre outros fatores. CLIQUE AQUI E LEIA MAIS.
Fonte: PORTAL EDUCAÇÃO


Artigo: Impulso sexual excessivo
Mirian Lopes – Abril de 2014

O Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais, Quarta Edição, Texto Revisado (DSM-IV-TR, 2002) afirma que nos Transtornos Sexuais Sem Outra Especificação, encontra-se: sofrimento acerca de um padrão de relacionamentos sexuais repetidos envolvendo uma sucessão de parceiros sexuais sentidos pelo indivíduo como coisas a serem usadas. Como identificar a dependência de sexo? CLIQUE AQUI E LEIA MAIS. 
Fonte: PORTAL EDUCAÇÃO


Artigo: O orgasmo feminino
Mirian Lopes – Abril 2014

O conhecimento traz a possibilidade para que a sexualidade seja vivida de forma plena e sadia. É comum falar em crescimento pessoal e profissional, ou seja, no desenvolvimento das potencialidades que conduzem a este caminho, mas, e o crescimento sexual? O que é? CLIQUE AQUI E LEIA MAIS. 
Fonte: PORTAL EDUCAÇÃO




Postagens mais visitadas deste blog

PSICOLOGIA SÓCIO-HISTÓRICA: SUBJETIVIDADE E MUNDO SOCIAL

DINÂMICA DE GRUPO - CONCEITOS DA TEORIA DE WILL SCHUTZ

PSICOMOTRICIDADE: PRINCIPAIS CONCEITOS